Done!

Apareceu um tipo grande todo coberto a minha procura no quarto. Mau pressagio, afinal era mesmo para me levar para o theatre. Descemos para a cave e encostaram-me a parede ladeado por mais pacientes em stand-by para a sua vez. O anestestista espectacular. Todo sorridente, trocamos algumas impressoes e tive que lhe fazer a pergunta: “Comue? Local?….” Foi com grande alivio que ele me disse ser geral. Prefiro, mil vezes. Como e que eu iria suportar ver o cirurgiao pegar no martelo e no escopro, desatar a martelar no joelho, pegar na serra e afins? So se me vendassem os olhos e me dessem um MP3 que tivesse uma potencia de som que me pusesse quase surdo. Disse-me ele que a operacao e de tal forma dolorosa que nao suportaria as dores, ate porque poderia dar-me a epidural mas que nao aconselhava porque so se conhecem os casos de sucesso, os outros nao sao muito revelados. E como nao estava gravido…

Ja no bloco, o medico acolheu-me todo sorridente. Um afrikaner espectacular. Ja dentro dos 40 e picos, alto, loiro, grande e um ar extremamente simpatico e cool. Mostrou-me no monitor o que se passava com o joelho, mas como estava sem oculos foi a mesma coisa que nada… Mas informou-me que o menisco tinha ido para o meio do joelho, atras da rotula, abaixo do femur e acima da tibia e do peronio – acho que acertei na componente anatomica – pelo que tentaria recoloca-lo no sitio. Mostrou-me de seguida como e que faria a intervencao com todo o material high-tech e que ate ia gravar tudo em DVD para me dar. Uau! Vou poder ver do que e sou feito e a estupidez que fiz ao joelho.

Ja deitado, o anestesista e a ajudante a procura de veias na mao esquerda e eu a pedir-lhes para irem para a direita que tinha mais veias mas nao, tinha que ser aquela.

– Now this is gonna be the worst part of this all. This might hurt a little bit. – disse-me o anestesista enquanto tentava enfiar a agulha na mao.

– Don’t worry. Just go ahead as I like to think of myself as a tough guy. – disse-lhe eu cheio de coragem inexistente provocando o sorriso da equipa do bloco.

Nao me lembro de mais nada. Apenas de acordar meio grogue e, como sempre, sentar-me de imediato na maca e querer ir embora, lol. Afinal, a operacao que deveria ter demorado 40 minutos demorou 2 horas e meia tendo o cirurgiao conseguido recolocar o menisco no sitio e restaura-lo aplicando-lhe 2 pontos. Ufa.

Apesar de tudo, muita sorte. As aventuras no quarto foram demais com uma presenca excentrica de um joquei com grandes crencas tradicionais e do que la se passou durante a noite.

11 Respostas to “Done!”

  1. filipe Says:

    Nesse exacto momento tentava ligar com África! Este gajo não tem mesmo juizo. Aflito da perna e com o telemovel desligado. Áfinallll…
    Que o teu menisco não teime em sair à noite, aproveitando as tentações Sul-Africanas que, estou certo, serão bem tentadoras.
    Abraço

  2. Jo Ann Says:

    Bon rétablissement!

  3. re21 Says:

    Agora boa recuperação e daqui a uns tempos voltas a poder dar uns pontapés na bola.

  4. ac Says:

    Giro, giro era ver o teu menisco aqui no Blog… LOLLL
    Tudo está bem quando acaba bem e conseguir um livrinho vermelho com autógrafo à custa de um menisco fora do sitio não foi mau de todo;)
    beijinhos

  5. maria Says:

    Também concordo com a ac…menisco no blog! :-)
    Rápidas melhoras, Miguel!;-)

  6. mph Says:

    LOL, só tu… uma novela com principio, meio e fim :D. Gostei particularmente da parte em que descobres que não estás grávido :D:D.

    Boas melhoras :)

  7. Emiele Says:

    Mas tu escreveste isto a 26, e hoje já andas a fazer visitas a blogs!!! Valente, heim…?!
    Para te ser franca, em casos desses também preferia, de longe, uma geral a uma epidural. Pode não doer, nem se sentir, mas a impressão, bolas!! Para mim local só para arranjar os dentes.
    Mas ainda bem que tudo fica bem quando acaba bem!
    E agora cuidadinho!
    (essa do dvd da operação, era piada ou a sério?)

  8. miguel Says:

    Ola Emiele. Tenho que fazer alguma coisa nao achas? LOL! Nao sou do tipo de ficar na cama a rebolar-me de um lado para o outro a gemer a cada movimento que faco com a perna. Mas nao sou valente, apenas nao tenho assim tantas dores quanto isso. Parece que as pessoas que me rodeiam e na empresa em Luanda tem mais dores do que eu! :P A do DVD e mesmo a serio Emiele. Vai dar-me o CD ;)

    Lol mph, novelas e mesmo comigo ;)

    Oh Filipe, oh Filipe. Verdade, verdade.

    Obrigado a todos. Beijinhos e abracos (no que este blog se tornou!)

  9. Tarolas Says:

    Estou a ler esta novela e é como se estivesse sentado no sofá a ver a “Floribela”…Também o menisco não é meu…Mas é capaz mesmo e ser uma boa ideia dar cabo de qualquer parte do fisico para arranjar umas boas férias,de perna esticada e com umas belas cervejas sul africanas servidas por umas” bartenders” bem bronzeadas.Fica bom depressa para me arranjares a farinha de mandioca…Um abração

  10. miguel Says:

    Florique? Quanto as cervejas ja as encontrei, ja as bartenders bem bronzeadas nem por isso. O que e que aconselhas? ahahahahah! Tenho pena de nao estar em Luanda quando la fores mas sao os ossos do oficio. Bom, um abracao para ti e boa viagem. Hasta! ;D

  11. Jo Ann Says:

    Ossos do ofício hein?
    Tu já quero… :P

Os comentários estão fechados.