Luanda, pois claro

Noticia o semanário Agora, na última edição, que, segundo um estudo divulgado na África do Sul, Luanda surge como a segunda cidade mais cara do continente africano tendo como referência um conjunto de 125 bens e serviços. E qual é a cidade mais cara do continente? Qual é? Qual é? Pois é, nada mais nada menos do que a “pujante” Harare do demente Robert Mugabe. A vizinha (de Angola, claro) Kinshasa, urbe do amigo e companheiro JoKa, aparece na 5ª posição. Tudo isto porque, na realidade, nós, os tais 2% que ainda vão podendo, constituímos o mercado que permite os preços exorbitantes de alguns bens e serviços transaccionados nestas cidades. Se o mercado fosse definido em função dos outros 98% estas cidades deixariam de ser as mais caras pois, pura e simplesmente, os tais bens e serviços nem sequer fariam parte da oferta…