Não sei…

… porque carga de água, mas isto acontece-me sempre a mim. Não me importo nada porque farto-me de rir e a galhofa fica assim muito mais composta. A minha fisioterapeuta actual, uma cinquentona toda divertida, cheia de tatuagens, pulseiras de ouro no tornozelo etc e tal, decidiu começar a experimentar roupa, vendo-se ao espelho, no único que por lá há, a cada muda de camisa. Apesar de estar a fazer exercícios deitado, o meu ângulo de visão permitia-me ver tudo o que estava a acontecer. Já com as outras na sala, teve início um verdadeiro espectáculo, boca para aqui e boca para ali comigo, por simpatia, a sorrir e a levar, como “prémio”, com uma camisa aberta e lingerie branca de cetim. A lingerie até era bonita… Desatámos todos às gargalhadas, por razões diferentes!

E esta história recorda-me, assim de repente, aquela noitada em Braga em que apanhei a Cláudia, a Maria e a… ahn? O quê? Não é aqui? Ok, ok…

3 Respostas to “Não sei…”

  1. filipe Says:

    Hehehe!!!!!
    Sim senhor. Boa memória. E que figuras!!!…….

  2. Emiéle Says:

    Torna bem mais divertida uma cena que podia ser uma chatice!!! Estar a fazer exercício pode ser uma seca!
    Mas essa ‘desenvoltura’ (?) deve-se a quê?

    (Não vem completamente a propósito, mas também ando com umas dores esquisitas na zona dos polegares. Fui ao médico, e quando lhe expliquei o que se passava, diz-me ele “Arraiolos?” Parei ainda uns segundos sem entender nada… Depois desmanchei-me a rir. «Oh Dr! Acha-me com cara de andar a bordar tapetes…?» é que parece que aquela dor acontece às senhoras que se dedicam a semelhante hobby!)

  3. miguel Says:

    Lembras-te filipe?! ahahahahhaha Sabes que esta memória, sobretudo a fotográfica, é de elefante pá! Nem imaginas tu do que eu me lembro. Mas isso fica para nos irmos lembrando até andarmos de bengalas :D

    Emiéle, sinceramente que eu não tenho nada a ver com o assunto. Só porque sou um tipo com quem as pessoas se sentem à vontade, com ar de malandro, etc e tal (é o que dizem, eu não sei de nada), acontecem-me destas coisas, lol. Para mim, normalmente, tem a sua piada porque divirto-me imenso. Olha, como uma vez, na praia de Esposende, estava sentado junto à água a tentar puxar o raio do cordão que se tinha enfiado por um dos buracos e, perante a minha incapacidade, apareceu uma velha de preto, peixeira ou mulher (viúva) de pescador que me disse para lhe dar o fato-de-banho que resolvia o problema. E eu ali, nu na praia, ao lado da senhora enquanto me resolvia o problema, lol, e ainda a dizer-me para não me “preocupar porque já tinha visto muitas na vida, pois tinha sido mãe de muitos”. Na boa! Quanto às tuas dores dos dedos, tem muita piada essa saída do médico LOL! ahahahahah!

Os comentários estão fechados.