A idade secreta

105886.jpg

Se aí estivesse, seria com todo o prazer que ofereceria “A idade secreta”, de Eugenia Rico, a alguém que não conheço. Porque sim. Passo a transcrever: “A Idade Secreta é um romance sobre a segunda oportunidade, sobre o que se passa quando pensamos que tudo está perdido e a vida nos faz uma surpresa. Uma história fascinante sobre o desejo de viver, o prazer, a sexualidade e o sentido da vida.”

Comecei a lê-lo pela terceira vez, já que das outras meteram-se outros livros pelo caminho, etc e tal. Do que já li, vale a pena.

“O primeiro beijo. Sabe a café, a vinho, a pasta de dentes ou a tabaco. Tudo deveria estar nele. Tudo está nele. Sabe-se tudo já no primeiro beijo. Se o amarás. Se te amará. Como fará e não fará amor. Tudo está na linguagem dos primeiros lábios. Se te tratará mal, como será o fim. Todo o abismo entre as almas está aí, a infinita distância entre duas línguas, o precipício entre as bocas. Se poderá ser ou não será. A história está escrita nos nossos lábios. Emociona-nos tanto que nos esquecemos de a ler.”
in A idade Secreta p. 30

2 Respostas to “A idade secreta”

  1. Isabela Says:

    Gosto das escritoras espanholas. Escrevem bem.
    Mas literatura é literatura, Miguel.
    Apesar de tudo, sabe bem ler palavras que são beijos sobre o primeiro beijo.

  2. miguel Says:

    Estou a gostar de lê-lo :)

Os comentários estão fechados.