Atrasos

À saída de Luanda, pela Air26. Já com os pasageiros a apanhar uma valente seca dentro do autocarro sem ar condicionado, uma das funcionárias da companhia foi ao autocarro inventar para entreter os passageiros. A determinada altura do discurso, teve a funcionária a infeliz ideia de, depois de perguntar aos passageiros se iam para Cabinda, dizer que o vôo era rápido e que dali a pouco tempo todos estaríamos no destino. Infeliz ideia porque assim que acabou de falar ouviu-se alguém, no meio dos passageiros, dizer numa voz muito feminina “pouco para si, para mim é muito porque estou com muita fome”! Foi a custo que consegui conter umas gargalhadas enormes pela sinceridade da reacção que desarma qualquer um.