[foto] A nova, velha cidade

f001-18042007l.png

Sinais dos tempos espelhados em todo o tipo de construções que ocorrem, um pouco por toda a parte, na cidade de Luanda. Em primeiro plano a nova sede da Sonangol com o que parece ser um heliporto no topo e, mais ao longe, um novo edifício em frente ao Jornal de Angola e da representação da União Europeia, privado, destinado a comércio, escritórios e habitação (de luxo, mercado em forte expansão). É interessante este fenómeno de novas construções, recuperação de edifícios antigos e modificações nalguns já existentes evidenciando a pujança económica que se vive no país. Por colocar aqui, alguns edifícios que fazem parte desta nova Luanda.

19 Respostas to “[foto] A nova, velha cidade”

  1. catarina Says:

    Realmente um prédio destes depois da pic da cidade mergulhada no lodo…

  2. miguel Says:

    Esta é a outra parte da cidade, já para não falar de Luanda Sul. Sabes que a parte da cidade mergulhada no lodo é a cidade resultante do atabalhoamento provocado pelas sucessivas guerras e o êxodo maciço de população deslocada para a grande cidade. Deu nisso. Construção desenfreada e sem qualquer tipo de estruturas de apoio. Impossível de gerir.

  3. Marco Craveiro Says:

    engracado, nao sei se fizeste de proposito ou nao mas esta foto acaba por ficar ainda mais simbolica por apanhar hotel onde a unita ficou, e que foi um dos alvos principais da batalha de luanda (IIRC)…

    a proposito, a dama perguntou-me como eh que conseugues tirar fotos tao fixes como esta no centro de luanda :-) nohs nunca saimos com cameras, com medo de assaltos… mas presumo que n andes muito de candongueiro… :-)

    marco

    PS: ateh comecar a trabalhar de novo n tenho nada que fazer senao andar pela net, por isso conta com uns quantos comentarios… :-)

  4. miguel Says:

    Olá Marco,

    Foi meramente acidental. Não sendo angolano, sou completamente apartidário e apolítico no que a Angola diz respeito. Gosto de olhar para o presente e futuro de Angola, com um olhar rápido sobre o passado pré-1975 já que faz parte da nossa herança histórica em comum (olha, por exemplo, a fortaleza…)

    Hummmmm sobre Luanda, depende muito mas tem a ver com a ocasião. Alturas há em que tenho hipótese de tirar as fotografias em segurança (sem, aparentemente, ladrões por perto) pelo que aproveito.

    Um abraço e boa sorte.

  5. Jo Ann v. Says:

    Quando for rica, também faço um prédio, chamo-o Vonas Tower e ajudo Luanda a enterrar-se no pantanal onde foi construida.
    O que eu não faria pelo meu país.

  6. aNa Says:

    Miguel
    a propósito da recuperação de edifícios antigos… no outro dia li que um palácio (cujo nome desconheço e nem sei o que era) todo em ferro, na zona da baixa, penso que já para os lados da Igreja da Nazaré, foi deitado abaixo. estás a ver qual é? será verdade?

  7. miguel A. Says:

    Ana, tá a ser reconstruido

  8. pp Says:

    devagarinho…

  9. miguel A. Says:

    Claro, não se pode ‘rupturizar’ os custumes locais ……

  10. aNa Says:

    mas a foto que eu vi, dava a ideia que tinha sido todo deitado abaixo…
    se calhar foi impressão minha. ou deitaram abaixo para levantarem de novo.
    quanto ao devagarinho… deixem lá que por aqui não é melhor! e nem se pode invocar o calor e as cucas, etc, etc. :)
    um abraço, patrícios.

  11. miguel Says:

    Bom, do que li era intenção da Endiama transformar o palácio de ferro em museu do diamante. Ou então não li bem… De qualquer maneira, seria uma perfeita estupidez mandar abaixo um dos legados de Eiffel existentes no mundo. O pai da torre de Paris, para além da torre, deixou em Portugal obras suas e também no ultramar, nomeadamente em Maputo, na baixa, e que está completamente recuperada, e esta em Luanda, também na baixa.

  12. José Mota Says:

    Sim é mesmo, a sede da Sonangol, e é um heliporto no cimo do prédio.
    Não trabalhei nesse, mas tive colegas que trabalharam, e trabalham ainda lá.
    Eu trabalhei nas Torres Atlântico, tambem perto dessa obra.
    Gostei muito de Angola, pena haver ainda, um clima de insegurança muito elevado.

  13. Carlos azevedo Says:

    Senhora jo ann. v
    Entao porque faria isso por Luanda , o q nao faria pelo seu pais?

    Nao é amiga de Angola ?
    guarda rancor pelos angolanos? ou será aquele sentimento de inveja ? Nao compriendo pq enterrar luanda no pantanal q foi contruida…

    como fotografo, costumo escrever coisas de td o q sei e o que sinto…nao sou angolano, mas sendo portugues aos 35 anos decide partilhar a minha vida com angola , esqueci os dias frios da europa e nunca mais sonhei com outro lugar….

    Sei por em palavras o ceu de africa, a cor da terra e o sorriso das criancas… e td mais q possa me inspirar o coracao humano.

    Tenho certeza e provas de maturidade de que Angola ten poder para para se estabelecer e permitir q se firme como um dos paises mais importantes de africa, como é direito de todos os angolanos e, certamente orgulho para todos os potugueses amigos de Angola.

  14. Jose Maria Parreira Junior Says:

    Trabalhei em Luanda em 2006.Estou no Brasil me aprontando para outro pais.
    Residi no Benfica, proximo a Feira de Artesanato.
    Tive a felicidade de conhecer o povo angolano,e de conhecer parte de Angola.
    A cidade a cada dia que passa esta ficando mais linda.Vai ficar uma potencia.
    Tenho saudades dos meus amigos angolanos.
    Um forte abraço.

  15. pp Says:

    outro para si, jose’ maria parreira junior
    (o mario vai adorar ler o jose maria parreira junior)

  16. miguel Says:

    Ok José. Cada cabeça sua sentença! Boa sorte nas próximas paragens…

  17. 2000 posts « SDBlog Says:

    […] [foto] A nova, velha cidade Luanda, cidade mais cara do mundo [foto] Lua cheia em noite escura… Acabou Rotura do menisco Tchilar Alambamento Portugal SA Pedido de patrocínio Stiviandra O. […]

  18. joao gaspar Says:

    no momento morro no brasil ,mais um dia voltarei a minha terra maravilhosa pois sou apaixonado por luanda (angola). espero resposta.

  19. miguel Says:

    Também eu joao, com esta idade, ainda espero por muitas respostas. Enquanto não chegam, posso apenas informar que os prédios fotografados já foram concluídos…

Os comentários estão fechados.