Líricos

(dos abonos e afins…)

Não seria mais fácil definir políticas integradas que permitam devolver a Vida às pessoas?

Uma resposta to “Líricos”

  1. ac Says:

    fiquei na dúvida onde comentar se aqui, se no post “Ah pois!” após o teu ulimo comentário, o qual lido depois de almoço causa algumas náuseas… mas enfim o problema dos incentivos financeiros são sempre uma palhaçada real! Na teoria pretende-se rejuvesnecer a população portuguesa mas na prática o que se obtem é:
    – pessoas que vivem à custa de subsidios como abono de familia e afins (nem que para isso tenham que gerar mais crianças) mas depois nada garante que estas crianças tenham os minimos de condições para se tornarem cidadãos “uteis” pois não estudam não têm qualquer formação profissional e o futuro delas é o mesmo dos pais: viver à custa de subsidios que dá menos trabalho e é livre de impostos!Com a agravante de que serão ainda mais do que actualmente!
    – Quem trabalha e tem um salário mediano rapidamente vê os custos de livros, escolas e actividades extracurrriculares de todas as crianças nascidas neste país transferidos para os seus impostos!(para já não falar das casas e afins)
    Epá detesto estas politicas a que chamam socialistas mas que na prática só são mesmo feitas para trabalhar para as estatisticas!

Os comentários estão fechados.