Chefe! Não saia já…

Foi após ouvir isto que optei por regressar ao parque e estacionar o carro. Saí calmamente e perguntei ao segurança o que se passava.

– Ah chefe, estão aqui bandidos mas temos a coisa controlada. Assaltaram há 20 minutos um branco aqui do lado e lhe levaram as coisas todas, computador, documentos…
– Onde estão?
– Do outro lado da rua, mas está controlado. O chefe volta para o escritório que quando estiver calmo nós damos sinal para o chefe avançar.
– Ok.

E deixei-me ficar por ali, a ver se percebia o que se estava a passar. Do outro lado da rua, num quintal qualquer, uma banca improvisada de comes e bebes. Algazarra. O segurança veio para perto de mim quando reparou que eu não tinha regressado para o escritório.

– O chefe está a ver aquele mulato ali com boné? E o outro que está ao lado? Chegaram numa acelera. Estamos a controlá-los bem.
– E se só partirem à meia-noite?!

Depois de ficarmos por ali um bocado, a movimentação dos visados atraiu a atenção do segurança. Parecia que iam partir na acelera. Correu para a rua para confirmar quando os viu já a alguma distância. Uma vez observada toda a área, fez-me sinal para sair com o carro.

A condução que fiz até casa foi a necessária em situações excepcionais. No semáforo vermelho, abrandar a uma grande distância e ir a 5 à hora, sempre pronto a arrancar. Acelerar no verde e ir sempre a abrir com uma condução algo agitada e rápida até chegar a casa…

Miguel

6 Respostas to “Chefe! Não saia já…”

  1. catarina Says:

    (suspiro)

  2. miguel Says:

    Pá assim obrigas-me a dizer aqui que eu também floreio muito as coisas ahahahahahhaha! (por acaso aconteceu mesmo assim, mas pronto…)

  3. catarina Says:

    Pois tá bem. :DDD

  4. pp Says:

    Chefe, e a porta do carro ia trancada??
    lol cat nao e’ floreio, sao mesmo trepadeiras ‘a seria.

  5. maria Says:

    E não houve tiros? ;)

  6. miguel Says:

    pp, pois ia trancada ia lol.

    Não houve tiros não maria. Parece que o outro foi assaltado num ápice ;)

Os comentários estão fechados.