Km 104

Da A1. No regresso do fim-de-semana, fantástico por sinal, a Lisboa, o teste da internet a 115km/h no lugar do co-piloto. E não é que funciona?

Miguel

14 Respostas to “Km 104”

  1. catarina Says:

    A 115km/h naquelas descidas doidas que até têm aquelas saídas de segurança para o lado? O piloto devia ir distraído a olhar para o monitor ao lado, é o que é! Senão ia mais devagar ali, isso te garanto! ;)

  2. pp Says:

    lol tao rapido o condutor como a internet.

  3. Mario Says:

    Preciso da vossa ajuda, e aproveito que o chefe esta por Portugal. Isto aqui e’ uma comunidade virtual de emigrantes por isso alguem me deve saber ajudar:

    – Alguem sabe o procedimento correcto para informar as financas q sou residente num pais estrangeiro?
    – Nessa condicao posso manter rendimentos em Portugal?
    – Como serao tributados esses rendimentos?

  4. maria Says:

    Mario,respondendo às tuas perguntas…
    -Tens que nomear um representante para tratar dos teus negócios.
    -Podes sim. Tens é q declarar.
    -Se tiveres rendimentos prediais ( recebes rendas ) tens que declarar

    Não trabalho nas finanças mas tenho um amigo que trabalha lá. :)
    Qualquer duvida manda-me um mail. ;)

  5. JL Says:

    É considerado residente no estrangeiro se passar mais de 183 dias por ausente noutro país.
    Deverá ir a um serviço de finanças e proceder à alteração do domicilio em conjunto com a pessoa a nomear com representante fiscal. – Isto é obrigatório e a lei prevê coimas a quem não o fizer mas na verdade não têm sido aplicadas.
    já agora pede a senha de acesso à administraão tributária e poderá em qualquer parte do mundo com acesso à internet consultar a sua situação fiscal, imprimir certidões válidas e gratuitas, enviar o Irs referente aos rendimentos auferidos em PT etc. Convém mencionar um endereço de email válido.
    Se tiver homebanking pode tb pagar se tiver a pagar.

  6. Mario Says:

    Realmente este blog é uma caixinha de coisas boas. Obrigado Maria e JL. Aproveito então para esclarecer mais algumas coisas.

    – Informaram-me que os rendimentos obtidos em Portugal enquanto residente no estrangeiro seriam tributados a 25%, valor a ser descontado pela entidade empregadora. Isto obrigaria a declaração de IRS?

    – Mais valias em acções obrigariam obviamente a entrega de declaração de IRS, qual seria o escalão desse IRS? Dependeria somente do rendimento tributável?

    Agora estou mesmo a ficar confuso… Onde é que fica a loja do cidadão emigrante?

  7. JL Says:

    Poderá encontrar toda a informação em: http://www.e-financas.gov.pt/de/jsp-dgci/main.jsp

  8. JL Says:

    e ainda, no caso dos códigos em:

    http://www.dgci.min-financas.pt/pt/informacao_fiscal/

  9. JL Says:

    Artigo 71.º (IRS)

    Taxas liberatórias

    1(*) – Estão sujeitos a retenção na fonte, a título definitivo, os rendimentos obtidos em território português constantes dos números seguintes e, bem assim, os rendimentos mencionados na alínea b) do n.º 2 do artigo 101.º, às taxas liberatórias neles previstas.

    2 (*)- São tributados à taxa de 25%, com excepção dos rendimentos previstos na alínea b), que são tributados à taxa de 35%:

    a)(*) (revogada);

    b) Os prémios de rifas, totoloto e jogo do loto, bem como de sorteios ou concursos;

    c) Os rendimentos do trabalho dependente e os rendimentos de actividades profissionais especificamente previstas na lista a que se refere o artigo 151.º, ainda que decorrentes de actos isolados, e nas alíneas d), e) e g) do n.º 2 do artigo 3.º, auferidos por não residentes em território português, com excepção dos rendimentos provenientes de intermediação na celebração de quaisquer contratos;

  10. Mario Says:

    Caro JL,

    Obrigado mais uma vez. E no caso de obter mais valias na bolsa na minha conta portuguesa enquanto residente no estrangeiro? Como serão tributadas as mais valias? Terei que preencher uma declaração de IRS?

  11. maria Says:

    O Mário está a jogar ao monopólio! LOL :)
    Mário ;)

  12. pp Says:

    lol mario, “mais valia” declarares o irs em sacos de areia, eles nem vao dar por nada :)

  13. Mario Says:

    Voces as duas vem sempre juntas :) um homem assim nao tem hipoteses :)

    pp, estou ‘a espera que os meus sacos de areia se valorizem contra o euro :)

  14. JL Says:

    Mais valias não residentes: ver artigo 72 CIRS nº 4 – 10%

    Na diferença positiva entre ao valor da compra e o valor da alienação

    Mas sempre é melhor utilizar o simulador da página da DGCI e efectuar lá o cálculo

Os comentários estão fechados.