Roleta russa

Não gosto do Bush. Estou mesmo tentado a dizer que o abomino já que nada de particularmente interessante trouxe aos americanos e muito menos ao mundo. O seu legado será pesado e levará o seu tempo a sanar, em particular este fim de mandato agonizante com a “pujante” economia a dar de si. De tal forma assim é que – quais Jérômes Kerviels – obrigou a Reserva Federal Americana (FED) a baixar pela segunda vez a Fed Funds Rate em 50 pontos base (30.01.08) depois de ter efectuado uma primeira descida [de emergência] no decorrer da semana passada de 75 pontos base (22.01.08). Tudo somado, a taxa de referência da FED passou de 4,25% para 3,00% no espaço de pouco mais de uma semana (7+1). Nada mais nada menos do que a maior descida singular, desde 1990, e também a maior combinada num tão curto espaço de tempo… A forma como foi feita dá a sensação de se estar perante um avião em chamas onde o piloto tenta resolver o assunto fazendo cair as máscaras de oxigénio e mandar os passageiros vestir o colete salva-vidas…

No que nos interessa, o eurodólar esteve hoje já acima dos 1,49. A não ser que haja uma intervenção do BCE, o valor de 1,60 já avançado por alguns analistas é bem capaz de não ser uma alucinação.

Miguel

9 Respostas to “Roleta russa”

  1. kianda Says:

    Traz lá umas boas notícias … ah, certo tou no euro, agora … mas estive um ano no dólar, pois, e deu pra poupar uns coxes … quietinhos quietinhos à espera que o Chefe traga boas notícias … pois …

  2. pp Says:

    (eu so’ ia ler mais este post e caminha mas sendo assim vou navegar qual roleta nas economias do mundo)

  3. miguel Says:

    kianda, prepara-te para esperar uns anitos. E faz figas de modo a que ganhem os democratas…

    pp, não está fácil isto… para grande azar do mundo, o Bush conseguiu rebentar com tudo e mais alguma coisa. Se entalasse apenas os americanos, era lá com eles. Já nós é que é lamentável lol. Ou isso ou porque é que há uns anos atrás não negociei um contrato em euros ou solicitei um hedging para a possível desvalorização do dólar? LOL!

  4. Miguel A. Says:

    Chefe, agora é k falas num Hedging? se fosses dar banho ao cão… LOL

  5. antoniocostaamaral Says:

    interessante… especialmente porque se questiona a independência política do Fed, que é algo que o mercado não faz.

    Claro que se o Fed não for independente, não o será com os Democráticos, sem excepção big spenders, adeptos de interest rates baixos, de regulamentação sobre o sistema financeiro, enfim, de socialismo fiscal e monetário.

  6. miguel Says:

    Pois é antonio, mas ainda mais interessante é o facto de os republicanos terem o “azar” de rebentar com a economia quando por lá passam, contrariamente aos democratas, por norma. De qualquer maneira, os republicanos não são menos big spenders que os democratas. A diferença é que enquanto uns têm preocupações [mais] sociais os outros entretêm-se com a máquina de guerra…

  7. Mario Says:

    Mas já ouvi falar de subida do dólar por causa do arrefecimento da economia. E mesmo não percebendo bem porquê, achei uma grande ideia!

  8. miguel Says:

    Pois. É que se a economia da zona Euro arrefece, pressupondo alguma redução das pressões inflaccionistas e forte pressão dos governos europeus juntos do BCE, é natural que Trichet se veja na contingência de baixar as taxas de juro da zona euro de modo a estimular a economia, não havendo perigo de inflação.

  9. Too much, too late « SDBlog Says:

    […] Fatwa a GWBush (mal eu imaginava…) 30.01.2008 Roleta russa (era bom que tivesse sido mesmo uma alucinação) 02.01.2008 Barril acima dos $100 08.11.2007 Free […]

Os comentários estão fechados.