Archive for Janeiro, 2008

Esmagadora

15 Janeiro 2008

A vitória da serenidade contra um estilo que não aprecio sobremaneira*. 97,76% são esclarecedores.

Miguel

*independentemente de tudo o resto que me levanta muitas interrogações…

Solicitação

14 Janeiro 2008

Para “assunto” até nem estava mau, para a carta recebida. Já o início…

“Benignidade e verdade guardam o rei e, com benignidade sustém ele o seu trono.”

Estarão a falar de mim?

Miguel

Spray

14 Janeiro 2008

Não, não é sprayte! Se_pe_ray! Repeat after me: lata de spray… la_ta (isso!) de (boa!) se_pe_ray (lindooooooo!!!).

Miguel

A preto e branco

14 Janeiro 2008

E de repente, no documento 052583 (sim, é a mesma pessoa), alguém (sim, ela mesmo! e não, não estou a implicar) escreveu no documento: “tinteiro a preto e branco para impressora HP”. Ao fim de muitos anos, descobri, graças a esta preciosidade, que, afinal, o branco que aparece nos documentos que imprimimos não é a cor do papel mas sim tinta do tinteiro a “preto e branco”. Aaaaaaaahhhhhh!

Pergunta: que percepção do mundo terá uma pessoa destas?

Miguel

Aviso

14 Janeiro 2008

(caro taxista, sei que hoje, quando encostares o taxi ao fim do dia, lerás certamente este blog daí dedicar-te este post)

O próximo taxista que puser a cabeça de fora e gritar, no meio do trânsito, “vou-te batérr seu brranco da merrda!”, apanha!

Miguel

Sequências

13 Janeiro 2008

A seguir ao 1 vem o 2. Segue-se o 3. E por aí em diante. Foi assim que aprendi na escola primária. E ai de quem errasse já que a D. Francisca não se ensaiava nada de nos dar umas reguadas de vez em quando.

Ora, a seguir ao 05299 vem o…? Errado! É mesmo o 052100… E por aí em diante, já que o erro não foi corrigido (já vou no 052474). Como é que abordarei esta questão amanhã de manhã com a funcionária que até já tem o médio concluído?… Dê cá a mão? 20 reguadas em cada mão?

Miguel

No início…

12 Janeiro 2008

… não, não era o verbo. Éramos nós. 4, em Pemba (Cabo Delgado), no norte de Moçambique. Bom, na realidade, com a saída do C. (evacuado em estado grave) e a entrada do F.+1, passámos a 5. E não é que descobri ontem que o F. também está por cá?! Depois do F (grande), actualmente no Huambo, acabo por encontrar no Lubango o outro F.? 3 em 5 é obra! Vírus africano? :P

Miguel

PS-Diz-se que quem bebe água de lanho nunca mais de lá sai. O mesmo se diz do Lucola. E se dirá dos demais. E lá nos vamos cruzando, por esta África fora :)

Ei-la

11 Janeiro 2008

A crise. De verdade? Não sei dizê-lo (quem sabe?). O que sei é que recebi do meu banco ontem, ou anteontem, um e-mail informando-me de uma campanha de venda de património imobiliário a preços e condições muito competitivos, integrando imóveis dispersos por todo o país, que decorrerá nos meses de Janeiro e Fevereiro de 2008.

Este é já um primeiro sinal, a meu ver, grave.

(a desenvolver durante o fim-de-semana alguns pensamentos sobre o que se passa e o que esperar… )

Miguel

Haikais do enclave

11 Janeiro 2008

Hoje não há luar,
por isso vou luandando.

Miguel

Alcochete

10 Janeiro 2008

Pois é lá que nascerá o próximo aeroporto de Lisboa. E agora?

Miguel

Can’08

9 Janeiro 2008

can08.png

Já começou o Can 2008, em andebol. E não podia começar da melhor maneira, já que a selecção angolana derrotou a argelina por 42-24. A prova tem sítio oficial aqui.

Miguel

[foto] Trânsito

7 Janeiro 2008

f42806012008pn.png

Ontem, era a confusão. Se se pensa que Angola é medonho, ali ao lado não é pior… Com uma agravante. É que em qualquer avenida, mesmo a que coloquei aqui em fotografia, ninguém tem o menor pejo em cruzar as quatro faixas, percorrendo duas em contramão, para estacionar do outro lado da rua. Nem que seja um taxista para deixar um passageiro…

Interessante é o sistema de cores. Azul e branco, para os taxis convencionais, e azul e amarelo, para os colectivos (candongueiro/chapa), na cidade de Ponta Negra. Já em Andolisie são o azul dá lugar ao vermelho e na capital, Brazaville, são verdes.

Miguel

PS-Para referência: o visto de entrada na República do Congo custa 20.000,00 CFA (autocolante e 5 carimbos!), o táxi da fronteira do Massabi (Cabinda) até Ponta Negra custa 5.000,00 CFA a que acrescem 1.000,00 CFA de portagem na ponte (a não ser que o taxista peça um “cadeau”, como fez o nosso…)

Erro de data

7 Janeiro 2008

Como deverão ter reparado, enganei-me na data que coloquei nas fotografias de Ponta Negra lol.

Miguel

Problemas

7 Janeiro 2008

Acabei de reparar, noutro computador, que as fotografias estão muito escuras. Também acontece isso nos vosso computadores?

Miguel

[foto] CFCO-Pointe Noire

6 Janeiro 2008

f42607012008pn.png

[foto] Maquinista

6 Janeiro 2008

f42007012008pn.png

[foto] Cais

6 Janeiro 2008

f41307012008pn.png

A estação dos caminhos-de-ferro do Congo, em Ponta Negra. Arquitectonicamente interessante, todo o seu aspecto e área circundante é algo desolador. Nas passagens de nível, as campaínhas tocavam ininterruptamente sem que ninguém anunciasse aos microfones a passagem de qualquer composição. Aliás, pergunto-me qual o comboio que esperariam as pessoas presentes no cais ou se ali estariam meramente por estar, como em qualquer jardim ou esplanada de praia. É que não vi nenhum comboio de passageiros. Apesar disto, na entrada principal da estação lia-se num sinal “acesso ao cais para passageiros de 1ª classe”…

Miguel

[foto] Lavra?

6 Janeiro 2008

f41007012008pn.png

Rua de terra batida, junto à praia de Ponta Negra, onde vi esta mais-velha, descalça, neste exercício. Por muito estranho que possa parecer, interrogo-me se não estaria a apanhar alguma coisa. Contrariamente a tudo o que diziam sobre aquela que é a capital económica da República do Congo (Brazaville), confesso que fiquei algo chocado com a cidade em si e toda a realidade social perceptível por toda a parte.

Miguel

Miguel

[foto] Déjà vu

6 Janeiro 2008

f38106012008pn.png

O que resta do terminal mineralífero de Ponta Negra. Mais um bom exemplo de arqueologia contemporânea com grandes exemplares de fósseis industriais da era moderna…

Miguel

[foto] R ya talkin’ to me?

6 Janeiro 2008

f38506012008pn.png

O que corri atrás deste lagarto pelo jardim e piscina do hotel fora… Não me deu quase qualquer hipótese de fotografá-lo a não ser neste momento de pausa em que olhou para mim tipo “vá, tira lá o raio da fotografia e deixa-me ir à minha vida em paz!”. Assim foi. Fotografia tirada e pôs-se a milhas.

Miguel

[foto] Avenida principal (Pointe-Noire)

6 Janeiro 2008

f37806012008pn.png

450

6 Janeiro 2008

Foi a quantidade de CFAs que nos deram na fronteira, por um dólar. Na cidade, ainda conseguimos 460 contra os 400-410 dos hoteis. E eu a pensar que estávamos a ser roubados na fronteira…

Miguel

Tarês!

5 Janeiro 2008

Nem mais. Com honras de contracapa ou subsequente, dependendo do dia. Sabendo-se que foram três, seguidos. Palmadinhas nas costas, beijos e abraços. Publicado. Até porque há coisas que o merecem. Mesmo entre colegas…

Miguel

[foto] Morcegos

3 Janeiro 2008

f37103012008cab.png

480

3 Janeiro 2008

(Depois de tudo, era o mínimo.)

Não sendo um crente, como já por aqui escrevi em diversas ocasiões, acredito porém que é no nosso mundo que se pagam as favas. Também em Angola, felizmente. Agora só falta o senhor da Asae para acreditar que o(s) sistema(s) funciona(m)…

Miguel

União dos Escritores Angolanos

3 Janeiro 2008

A UEA, União dos Escritores Angolanos, já está na internet. Vale a pena a visita pela quantidade de informação sobre tudo o que diga respeito a literatura angolana. Entrevistas com autores, ensaios e críticas. Fica aqui o link para quem tiver interesse por letras.

União dos Escritores Angolanos

Miguel

História Geral de Angola

3 Janeiro 2008

Soube agora que se deu início à elaboração da primeira História Geral de Angola. Espero apenas que não demore os 6 anos vaticinados por um historiador da praça e que aborde, de forma rigorosa e isenta, tudo o que diga respeito ao espaço que é hoje designado por Angola. Pelo que tudo indica, abordará o que existe dos primeiros vestígios humanos neste espaço geográfico, passando pelo período riquíssimo que foi a formação dos reinos, a chegada de Diogo Cão e cinco séculos de colonialismo, terminando no passado recente.

Miguel

Barril acima dos $100

2 Janeiro 2008

Excelente maneira de começar o ano. Na primeira sessão do ano, os futuros do petróleo chegaram a ser transaccionados no Nymex acima dos $100 para fecharem nos $99,62. Isto significa que, hoje, o preço do barril atingiu os níveis máximos desde  choque petrolífero de 1980, ajustado pela inflação. A causar o disparo estarão, segundo analistas, a invasão de Port Harcourt – “capital” da indústria petrolífera nigeriana – por bandos armados que atacaram e saquearam duas esquadras e o lobby de um grande hotel da cidade, os continuados ataques do exército turco aos curdos em território iraquiano, o fecho de alguns portos mexicanos devido ao mau tempo, a notícia de que a OPEC não será capaz de satisfazer a procura já em 2024 e a queda, pela 7ª semana consecutiva, dos stocks de crude nos EUA. A ajudar à festa hoje, o facto do volume transaccionado ter sido 50% acima do normal indiciando a entrada com alguma força de especuladores.

Num cenário destes, Bush persiste em não injectar nos mercados parte das Reservas Estratégicas de Petróleo as quais se encontravam já, no início de novembro, nos 694 milhões de barris querendo, esta Administração, atingir a cota máxima que é de 727 milhões de barris.

Interessante…

Miguel

E as cabeças?

2 Janeiro 2008

Não rolam? Perante situações destas, não podem haver contemplações.

Miguel

[foto] Branco, foi

2 Janeiro 2008

f35001012008cab.png