Dentro de horas

Celebrar-se-á mais um aniversário da Guerra do Iraque, o 5º. E com ele, muito pesar pelas vítimas. Do lado da “Aliança”, as fatalidades registadas até 15 de Março de 2008 totalizaram 4.290 militares dos quais 3.987 norte-americanos e 303 de outras nações (286 europeus, 6 da Oceania, 5 americanos, 4 asiáticos, 1 africano e 1 não identificado). Do lado norte-americano, 98 militares eram do sexo feminino. A idade média das baixas é de 24 anos, 1/3 entre os 20 e 22 anos. Isto apenas do “nosso” lado. A tragédia, do outro, é incomensuravelmente maior em número e no tempo.

Se à tragédia humana juntarmos um dos muitos dados disponíveis sobre esta guerra, ficamos com uma dimensão aterradora da mesma. Só aos EUA já custou 500.000 milhões de dólares, ie, cerca de 176 milhões de euros por dia (ao câmbio actual), já para não falar do que nos está a custar a todos nós indirectamente.

Quando acabará?

Fonte: The Wall Stree Journal, Banco Central Europeu
Links de interesse: Reuters, Time

Miguel

10 Respostas to “Dentro de horas”

  1. kianda Says:

    Senão antes, pelo menos em Novembro e que , pf, venha um Democrata, seja ele mulher, negro, homosexual, anão, ou qualquer outra minoria que tanta confusão faz aos Americanos …

  2. pp Says:

    5 anos, tanta vida perdida, caramba!!!
    quantos mais anos ate’ tudo isto se recompor?

  3. pp Says:

    entao??? so’ 3 posts?? brincamos??

  4. maria Says:

    ahahahahah… pp, o chefe habituou-nos mali… mali… mali! lol :)

  5. engricky Says:

    Ninguém puxa assunto… Ainda anda tudo a sair do estado d hibernação :P

    Oh Chefe, sabe o q é q eu acho q seria interessante? Aquela malta tipo Michael Moore fazer um relatório sobre os lucros da família Bush com toda esta coboiada… Não são eles q têm participações na indústria d armamento? Por acaso não tem dados concretos deste assunto, pois não?

    Mais interessante ainda, seria depois d se levantar a ponta do véu julgarem esses Srs num tribunal internacional, mas isso… são outros 500.

  6. Miguel A. Says:

    É interessante ver o agora candidato ‘oficial’ do partido republicano, em visita à Casa Branca; desclarações à saída: se o ‘presidente ‘tiver algum tempo disponível’ claro que será bem vindo à campanha.

    Descodificado: nem apareças que empestas o ar… (não esquecer que foram adversários em 2000 e insultaram-se várias vezes durante a campanha, obviamente com vantagem nos debates para o Mackain).

    Mais um Vietanam… mas agora é curioso ver a opinião publica americana: como estão ‘a perder’ e não foram as favas contadas que lhes prometiam, querem sair, que foi tudo um erro, etc, e tal… e mais uns milhares de traumatizados de guerra

  7. Miguel A. Says:

    E é bom tar de volta; a propósito, houve algum azar para tanto tempo de ausência (se for possível saber, claro…)

  8. pp Says:

    ja’ pareces mais bem disposto fiel companheiro, e’ para abril o regresso?

  9. engricky Says:

    Miguel A. desculpa lá, vantagem para o MacKain nos debates? Como pode ser? Contra o Bush? Tens dados concretos? :)

  10. Miguel A. Says:

    O Bush não ganhou a campanha pelos debates, certamente…foi mais pela Anti-campanha que fez e por ter um ‘spin-doctor famosissimo, o Carl Rover (epá, o nome se não for este, anda lá perto), entretanto despedido pelo …Bush, apó suma série de escandalos…

    E a proósito, aos comentários do Bush, o McKain respondeu, com nível: Shame on you

Os comentários estão fechados.