Enigmas

Acho alguma piada a enigmas. Pelo gozo que me dá decifrá-los… Bom, quando me interessa, tenho paciência e estou para aí virado. Na sequência de uns mambos ocorridos hoje, chego à conclusão que uma parte do norte é para mim uma verdadeira incógnita. Tipo “e tudo o vento levou” numa área bastante vasta tendo como epicentro o Porto. Contudo, tal como nos ciclones, uma boa parte do Porto safou-se por estar no “olho” do ciclone. Comprovo-o do que conheço daquela magnífica cidade e das suas gentes (a minha família também não anda muito longe dali). Contudo, há ali uns espécimes que são uma coisa do outro mundo. O meu próximo enigma será o seguinte:

1. Alguns cursos de Engenharia tornam as pessoas arrogantes, prepotentes e convencidas que Deus está abaixo delas;

2. Alguns cursos de Engenharia contribuem para agudizar as tendências de arrogância, prepotência e convencimento de que Deus está abaixo delas;

3. É indiferente o curso de Engenharia que tiram porque antes de ingressarem nas Faculdades de Engenharia, os “futuros” já são arrogantes, prepotentes e convencidos que Deus está abaixo delas.

Desculpem-me os meus amigos engenheiros e demais que são pessoas normais mas há tipos que são inenarráveis e quase sempre dos mesmos cursos de engenharia (porque será?).

Disclaimer: pronto, confesso que a minha primeira missão no exterior foi, a partir de determinada altura, com engenheiros nacionais. Não vou descrever pormenorizadamente o que foram 18 meses de coabitação com gente reles, a todos os níveis.

35 Respostas to “Enigmas”

  1. maria Says:

    ahahahahhah.. vai buscar ao you tube uma animação “The knack” ou “O Jeito Engenheiro” :D :D :D

  2. maria Says:

    Até a minha rendinha sai verde! :D
    Chefe, aqui pra nós que ninguem nos lê ;) O Benfica parece q quer ir à liga dos campeões lol :D

  3. miguel Says:

    É uma vergonha. Ia escrever sobre isso mas não vale a pena. Caso este assunto que não tenho acompanhado seja obra do Benfica, espero que seja eliminado logo no início e que fique sem ganhar o campeonato nacional por 30 anos! lol

  4. engricky Says:

    Ei! Não virem agora a conversa pró futebol! Tenho q defender a honra da minha classe. Aqui vai:

    Concordo com o q diz o Chefe. :( (pelo menos os civis)
    É triste, mas é verdade. O título invade-lhes o espírito à velocidade q a associação d idéias lhes desaparece da cabeça. Além d arrogantes e prepotentes ficam tb quadrados.
    Mas há ainda uns piores: os médicos. Mas desses acho q não podemos falar livremente, né?

  5. Mario Says:

    Como portuense de nascimento, ex-aluno dessa tal faculdade criadora de arrogantes por escolha e engenheiro civil de profissao, eu ate podia ficar indignado.

    Mas nao fico, porque e’ bem verdade que ha muitos especimens desses :) E a representatividade desses especimens em Angola deve ser bem maior que em outros sitios.

  6. Mario Says:

    Acrescento aqui um enigma:

    Imaginemos uma pista de aviacao com um tapete rolante. Um aviao numa extremidade da pista parte do repouso e acelera. A velocidade do aviao e’ contrariada pelo tapete rolante que se move no sentido contrario ao do aviao com a mesma velocidade.

    Se o aviao rolar a 10 km/h num sentido, o tapete rolante/pista vai mover-se no outro sentido a 10km/h.

    O aviao consegue levantar voo ou nao?

  7. maria Says:

    Pergunta de engenheiro! :D
    Mário, pensei que estavas bem no Dubai mas estou a ver q é sol a mais na moleirinha!
    ;)

  8. engricky Says:

    Vai levantá mêmo! A tracção é provocada pelas turbinas e não pelas rodas, certo?

    Tb concordo com o Mario, por cá os especimens sobressaem. Porém, eu conheço valorosas excepções (q infelizmente confirmam a regra).

  9. kianda Says:

    Tinha tantas saudades do chefe a falar mal dos engºs … bendito curso de matemática uffffaaaaa … posso cá vir descansada, quer dizer … fora aquelas bocas do benfica , enfim, nem os chefes são perfeitos (como se eu não soubesse …)

  10. Mario Says:

    O sol ja provoca 42/43 durante o dia, mas vai se aguentando a contar os dias para voltar ‘a terrinha!

  11. pp Says:

    ahhh faltaram-te ainda aqueles que o nao sao mas amam o “sim, sr. eng.” :D

  12. pp Says:

    faltou-me contar uma engracada, pergunta feita a um eng:
    – qual a disciplina que menos gostou?
    – historia…

  13. Miguel Says:

    Esse enigma é óbvio Mario! O tapete rolante é para disfarçar. Qual é o avião que descola a 10km/h? Só se for de papel e mesmo assim… lolololol

  14. cat Says:

    ahn…quando arranca não passa pelos 10km/h? Se vamos por essas lógicas, mesmo que digas que arranca logo a duzentos, passa pelos 10km/h, de parado até aos 200km/h, nem que seja em micronésimos de segundo. além disso, fiquei com a ideia que os 10km/h eram apenas exemplificativos, visto que a passadeira se move à mesma velocidade que o avião mas em direcção contraria (ie, se o avião for a 200km/h, a passadeira tb anda a 200km/h em sentido contrário, certo, Mário?)

    Estou aqui a pensar no problema…o avião ganha velocidade embora não saia do mesmo sítio, não é?

  15. Ameixa seca Says:

    Se fossem só os senhores engenheiros… Bem, acho melhor nem dizer qual a minha profissão. Mas alguns engenheiros, se calhar, precisavam da minha ajuda… urgente :)

  16. migas Says:

    Oh pá… Oh Miguel, bastava dizer logo que não me curtes e até enviar o link lá para o MCG. Do Norte e engenheira… Vou ali cortar os pulsos e já venho… bem, é melhor não que vai fazer uma grande pessegada mas, diz lá, com quem te tens relacionado? Diz-me que eu vou lá dar-lhes uma lição. É que “espécimes” não existirão em todas as profissões? Contudo, a concentração de engenheiros aqui é bastante elevada e por isso a “amostra” é maior. Digo eu, mas eu também percebo pouco. :o)

    E eu partilho da opinião do engrick… a classe dos médicos faz-me nauseas. Se calhar é porque a resposta que mais ouvi até hoje foi: é defeito de fabrico… Ahahah

  17. engricky Says:

    cat, sim e… não. Acho q sim, os 10 km/h são exemplificativos e não, não ficaria no sítio. Exemplo: se em vez do avião estivesse uma pessoa de patins presa com um cabo na outra extremidade da passadeira com um motor q a puxasse, por mais depressa q a passadeira rolasse a pessoa seria sempre puxada, certo? No caso do avião é a mesma coisa, a tracção são as turbinas ou o jacto e as rodas têm uma influência ínfima (apenas o atrito) pq quem empurra não são elas.

    Ameixa, psicóloga? :D

    Migas, dou-te o benefício da dúvida em relação ao tamanho da amostra (embora possa tb vacilar com os contabilistas/financeiros), mas q a arrogância e prepotência lá estão… ai isso estão. Claro q não me refiro a ti pq não tenho razões para pensar em tal coisa, mas se calhar estás no (minúsculo) universo das excepções.

    kianda, o “teu presidente” cada vez diz mais asneiras :P Já o teu Rui Costa saiu do desemprego. Estava a ficar com pena do moço, desempregado, pobrezinho e tal :)

    Chefe, acha q ainda vamos a tempo duma manif a sério? 200.000 a curtir nas ruas e um gajo enfiado em Angola “a ver a banda passar”.

    PORTUGAL!

  18. maria Says:

    “Ei! Não virem agora a conversa pró futebol! ”
    Oh engricky, e não é que a conversa virou pró futebol :D :D :D

  19. cat Says:

    Yep, faz sentido, Engricky. Mas a minha teoria era que, mesmo que o avião estivesse parado, como estava a ganhar aceleração, acabava por levantar (como os aviões dos porta-aviões.
    (lol, é só engenheiros por aqui, o Miguel já deve estar com um ataque de alergia dos grandes :DDD)

  20. engricky Says:

    A alergia do Chefe só não se manifesta pq estamos a falar d aviões :D

  21. kianda Says:

    O chefe ausenta-se e há logo motins, o engº cá do sitio comenta com respostas individualizadas, AH GANDA RICKY, ahahahahahaha !!!
    E comé??? Ninguém foi à casa 70 ???

  22. Mario Says:

    O Engricky tem razão. Prueva Superada!

    Cat o avião não levantava voo sem velocidade relativa ao ar. Nos porta aviões tem uns motores de arranque que permitem atingir a velocidade crítica em curto espaço.

    Isto tá realmente mais mal frequentado do que eu pensava agora que se descobrem as profissões da malta :)

  23. catarina Says:

    LOL eu só sou engenheira genética e indirectamente, mas são muitos genes! :DDD

  24. Ameixa seca Says:

    Engricky pois :) é verdade…
    Mas não são todos… eu disse “alguns” ;) E eu sou do Norte (biba) portanto conheço alguns espécimes raros… das mais variadas àreas. E conheço a Migas que é uma querida e que eu adoro visitar… A minha vénia senhora engenheira :) :p
    Bom fim de semana

  25. engricky Says:

    Ó kianda, só me lembrei ontem dos concertos. E eu q andava tão ansioso para os ir ver… Hoje tb já não deve dar, com o jogo da Selecção e tal. Q pena.

    Catarina, como é q se é indirectamente Engenheira genética? Directamente és… Engenheira genómica? ;)

    Chefe, venha pôr conf… eer, ordem na casa sff. Se quiser ir beber um copito lá a casa hoje e ver o jogo, está convidado. O “Alemão” tb lá vai estar.

    PORTUGAL! PORTUGAL!

  26. catarina Says:

    lol é a minha maneira de escrever; * geneticamente e indirectamente* há uma grande parte da minha família que é tudo engenheiro e quem não é, também podia ter sido. :DDDD

    Ora agora a ver onde tenho as bandeiras e os cachecóis, isso é que sim! :)

  27. miguel Says:

    A Migas escapa ao padrão ahahahahahah! Também é verdade que este tipo de “personagens” ocorrem com maior frequência no género masculino… Hummm escapaste à tragédia catarina :p

  28. migas Says:

    Eh pá… obrigada Miguel. Já estava a entrar em profunda tristeza e pensar inscrever-me finalmente para veterinária… Mas afinal, vejo que não é preciso porque tenho ursos suficientes à minha volta né? Ahahahah

    Ah, e sabes uma engraçada que eu ouvi já, vezes sem conta? Os colegas (não só engenheiros mas também técnicos ou desenhadores) a dizer, quando se referem a uma menina/senhora engenheira: ela não percebe nada. Um dia perguntei a um: fuogoo (à porto) até gostava de saber se, há alguma que percebe. E ele respondeu: a engenheira não sei quantas, da câmara não sei de onde… Ah, ok. No fundo, acho que a mulher é bem capaz de ser uma personagem fictícia, inventada no momento, só para me calar.

    Mas mesmo assim, continuo a dizer que há excepcções (para além de mim, claro) Ahahah

  29. Miguel A. Says:

    Bom, nem vou falar na minha formação académica, depois deste ping-pong todo. Apenas que me parece que dos que aqui aparecem, sou especieme unico…

    A melhor de Eng.os, numa loja, com um Eng. Quimico meu colega:

    Os Eng.os têem algum desconto especial?

    Juro que é verdade. Só não me desmanchei a rir, pq esse ex-colega era muiiito mal disposto por natureza…

  30. migas Says:

    Tem piada sim, mas confesso que tem alguma (mesmo que pequena) razão de ser. Eu digo isso porque sei que, algumas companhias de seguro, por exemplo, têm preços especiais para os inscritos na ordem e afins. De acordo com um colega meu que me contou isso, e segundo umas estatísticas quaisquer, os engenheiros tinham menos acidentes (e certamente não seriam só os engenheiros, acredito que estivessem lá outras profissões também) e por isso, as seguradoras tinham esses preços especiais para as “profissões” que tinham menos acidentes. E ele apresentava o cartão da ordem na seguradora. Agora, sinceramente, não sei que tipo de loja era e, o amigo do Miguel A. sempre podia estar a querer engatar a menina do balcão.. ahahah

    E não me estou a justificar, porque não preciso, não é verdade? Mas sim, a esclarecer determinadas questões. E mais, na minha empresa ninguém me trata por engenheira (sou dona ou miss… eheheh), nem tão pouco a empregada lá de casa e conheço uns certos casos de contabilistas a serem tratados com senhores doutores. Nada contra. Mas agora não me digam que só os engenheiros têm sídrome – rei- na – barriga. Personagens, há em todas as profissões. Certo? Estamos entendidos? Parece que vou ter de fazer uma esperinha a certos meninos para ficarmos esclarecidos! Eu eu mais os meus 60kgs de força! Ahahah

  31. cat Says:

    É mesmo assim. Pelo menos em Portugal, os arquitectos (e imagino que pelo menos no caso dos engenheiros civis) têm descontos em muitas lojas de materiais de construção e afins.

  32. cat Says:

    Mas, para além disso, uma coisa que pouca gente sabe é que montanhas de lojas fazem realmente descontos. Eu quando descobri estranhava, mas conheço imensa gente que pede aquilo a que se chama “uma atençãozinha” e levam mesmo! E, claro, uma forma mais delicada de pedir o desconto, é perguntar “fazem descontos a…” e referir uma profissão, por exemplo e logo se vê a resposta; não se perde nada, não é? :D

  33. Daniele Says:

    isso tudo é mtooo ridículo!
    fala sério, como vcs podem perder tempo com isso?

  34. miguel Says:

    Cara Daniele, na exacta medida em que perdeste tempo a vir aqui ler e comentar.

  35. CaKe Says:

    Toma que já almoças te ;) hehehe

Os comentários estão fechados.