49:49

Em resultado dos conselhos do meu “treinador”, dediquei esta semana ao controlo cardíaco em treinos mais prolongados seguidos de descanso de, pelo menos, 24h. Hoje foi simplesmente excepcional pois percorri os 10.000 metros sem grande esforço e “sem dar por ela” em 49m49s (12,1kmh, 699kcal, 154ppm), o que é um novo recorde pessoal em “pista coberta” e 2m30s abaixo da marca anterior.

O grande objectivo era o de controlar o ritmo cardíaco e ir ganhando resistência. Aos 10:00 estava com 150ppm, aos 20:00 com 151ppm, aos 30:00 com 153ppm, aos 40:00 com 154ppm e terminei com 173ppm após 2:00 a 16kmh com recuperação para os 134ppm nos 0:60 seguintes. A média dos 10.000m ficou-se pelas 154ppm. Seguiram-se 10km de bicicleta em 20:00 com 131ppm em média. A minha FCmáx é de 183ppm (90% 165ppm, 80% (A) 146ppm, 70% 128ppm e 50% (R) 92ppm) pelo que o treino chegou aos 84,2% da FCmáx. Utilizando o método da RFC, tenho 123ppm o que coloca os 80% (A) em 158ppm e os 50% (R) em 122ppm. Seguirei este último método para determinar os meus limites os quais deverão ser “legitimados” por um médico na minha próxima deslocação a Portugal.

2 Respostas to “49:49”

  1. Filipe Says:

    “…e terminei com 173ppm após 2:00 a 16kmh…”

    Acho um bocadito alto. Pergunta.

  2. miguel Says:

    Não é nada Filipe. É natural atingir este ritmo cardíaco com a ponta final que fiz. Depois de estar a correr mais de 45 minutos a 12kmh, com a pulsação a subir lentamente até às 154ppm, é natural que dispare no esforço final. Curioso foi constatar que, também hoje, na recta final de bicicleta atingi as 173ppm.

    Mas explico-te melhor os cálculos que costumam ser feitos:

    1- Convencional

    PPM Máx quando se nasce… 220 ppm
    PPM Máx actual… 220 – idade
    PPM Máx Miguel…183ppm – 100%

    Treino anaeróbio… >165ppm (>90%)
    Treino aeróbio…>128ppm (entre 70-90%)

    2- Reserva

    PPM Máx quando se nasce… 220 ppm
    PPM Máx actual… 220 – idade
    PPM Máx Miguel…183ppm – 100%

    PPM em repouso… 54-62ppm (no meu caso)
    RC… 60ppm (utilizei este valor no meu caso pessoal apesar de registar ppm mais baixas)

    ora, nesta forma de cálculo mais específica e adaptada à condição física de cada um encontro:

    90%… 171ppm
    80%… 158ppm
    70%… 146ppm

    Pela explicação que te dei, estou bastante bem daí o facto de não só não me sentir cansado ao correr os 10km ao ritmo a que o fiz como não sofrer dores musculares próprias de excesso de esforço.

    Pergunta à tua irmã!

    Um abraço ;)

Os comentários estão fechados.