Archive for the ‘Fotoglobo’ Category

Também têm feriado?

1 Abril 2009

Encostado ao muro, à sombra, o arrumador cortava as unhas dos pés com uma lâmina de barbear, daquelas que já ninguém mais usa, enquanto dizia para os outros, também encostados ao muro e alguns a beber uma cerveja bem gelada, num tom que revelava algum entusiasmo:

– Sábado é feriado. Vale bem a pena!

Greve

1 Abril 2009

Foi hoje, greve dos taxistas devido à entrada em vigor hoje, 1 de Abril de 2009, do novo código da estrada. Notou-se bem a diferença. Pena é que não façam greve todos os dias, pelo menos na parte urbanizada de Luanda já que é inequívoco o importantíssimo papel social que desempenham nos bairros onde só eles se atrevem a circular…

Sobre o novo código da estrada, são inúmeras as alterações entre as quais destacamos: obrigatoriedade de uso do cinto de segurança de todos os passageiros das viaturas em circulação, menores de 12 anos têm que andar sempre no banco de trás em cadeira especial, proibição de falar ao telemóvel, instalação de radares e aplicação de multas por excesso de velocidade, operações stop com controlo de alcoolémia, (aparentemente, segundo me disseram) obrigatoriedade de usar colete reflector em caso de acidente ou avaria quando se sai da viatura na via pública, obrigatoriedade de extintor e obrigatoriedade de seguro automóvel. The last but not the least, inspecções obrigatórias. Será desta que os veículos já mesmo nas últimas deixarão de ser importados para Angola? E que sairão da estrada veículos que jamais deveriam andar na via pública?

Já só faltam os parques de estacionamento…

Sistemas…

12 Março 2009

Volta e meia, quando se vai a qualquer lado, não há sistema. Pretende-se pagar a água na EPAL e… não há sistema! “E agora?”, pergunto. “Volte na 2ª feira…”, responderam-me.  Vai-se ao banco para levantar dinheiro, saber o saldo, entregar um documento e… não dá, porque não há sistema! Que não haja sistema, ainda vá que não vá, agora que o ar condicionado esteja avariado…

O recordista dos sem sistema é o BFA. De tal modo assim é que, de tanto faltar o sistema, está-se já perante um caso…sistémico! (isso e encontrar no banco a minha gestora de conta, mas isso são outros mambos…).

Literatura sobre Angola

5 Março 2009

ginga-livro

Graças a tanta pedalada, e ao facto de achar uma grande seca pedalar ou correr parado, acabei por encontrar soluções para a monotonia do ciclismo parado. Primeiro li o interessante “Ginga, Rainha de Angola”, de Manuel Ricardo Miranda, editado pela Oficina do Livro, em 2008, ISBN: 9789895553822. Para quem não sabe quem foi a Rainha Ginga, valerá a pena comprar e ler o livro o qual retrata também a época em que esta figura célebre angolana reinou por estas terras.

os-holandeses

Seguiu-se o “Os holandeses no Brasil e na costa africana, Angola, Kongo e S. Tomé (1600-1650)”, de Klaas Ratelband, editado pela Vega Editora, em 2003, ISBN: 9726996996. Comprei este livro na Feira do Livro de Luanda, depois de dar acidentalmente com ele quando me preparava para sair desiludido com o que vira no certame. Lê-lo logo a seguir ao primeiro, é excepcional. Se o do autor português é romanceado, este, escrito por um holandês e, também por isso, aborda o tema com outros olhos, é sobretudo factual e riquíssimo em fontes de informação pelo que ficamos convencidos de espelhar bem o que terá sido a realidade. Magnífico e lido de um trago, apesar de todas as tragédias que nele são relatadas. Para quem viveu em Angola, vive, sendo estrangeiro ou nacional, este é um livro que se deve ter em casa obrigatoriamente. As descrições dos lugares são excepcionais, as intrigas, Luanda, o reino do Congo, os sobas, os produtos transaccionados, a origem de alguns nomes, as relações entre os diferentes estrangeiros, o comércio, a interligação entre os diversos domínios das potências coloniais e tantos outros temas abordados. Simplesmente excepcional.

[foto] O timoneiro

17 Fevereiro 2009

f00504022009lda

[foto] Hotel Globo e Sana

15 Fevereiro 2009

f02523012009lda

Até 2010, na cidade de Luanda, 19 projectos de raíz ou ampliação de hoteis disponibilizarão 2.829 camas adicionais às unidades actualmente existentes e a rebentar pelas costuras…

f02623012009lda

[foto] Por cá, tem sido assim ;)

12 Fevereiro 2009

f17408022009lda

[foto] Matondo

11 Fevereiro 2009

f00822012009cba

[foto] Contrastes

8 Fevereiro 2009

f13008022009lda

Pedras

8 Fevereiro 2009

Ia falar sobre pedras. As que tiveram direito a post, por aqui, em modo “light”. Mas o assunto é sério porque, com demasiada frequência, os embates têm consequências terríveis. Ainda ontem, tive que desviar-me in extremis de uma que, juro, palavra de honra, sinceramente [vou morrer assim]*, estava com um pé dentro da estrada…

Calhou, há uns tempos, passar em frente ao Bob’s, pouco tempo depois de um grave acidente de viação, onde vi o candeeiro mais ou menos no sítio, tirando a amolgadela, o enorme calhau, vermelho e branco, inerte, sem sentidos, a olhar para baixo e, a cerca de dois metros, um SUV desfeito mas ainda com os faróis acesos. O calhau cumpriu com a sua missão. O candeeiro lá estava.

Só me pergunto para que é que servem as pedras se com uma frequência surpreendente os candeeiros estão apagados?…

*para quem não conhece, música dos anos 90 do outro lado do continente e muito apropriada à situação.

[foto] O mortal do meu amigo L.(ol)

7 Fevereiro 2009

f05725012009lda2

[foto] Luanda (NE)

31 Janeiro 2009

f16927012009lda

[foto] À saída do Soyo

31 Janeiro 2009

f20019012009soyo

[foto] Aproximação ao Soyo

31 Janeiro 2009

f17519012009soyo2

Na fase final de aproximação à pista do Soyo, a “rasar” a água e a estrada contígua ao aeroporto, a paisagem que se vislumbra do avião é sensacional. Com uma largura e força assombrosas, o rio Zaire desagua nesta cidade do norte de Angola “permanentemente” quente e húmida. A fotografia em si espelha paisagens recorrentes de grandes rios por onde já passei. Nesta parte de África o Zaire e, atirando-se para as águas quentes do Índico, o não menos majestoso Zambeze. A paisagem é deslumbrante, tal como esta, aqui retratada, onde se pode ver uma das inúmeras ilhotas perto da foz e a vegetação densa que será maioritariamente, penso eu, mangal.

[foto] Lisboa, 01.01.2009

6 Janeiro 2009

f180-01012009lis

[foto] Momento de descontracção

6 Janeiro 2009

f039-21122008dal

[foto] De pequenino

6 Janeiro 2009

f012-18122008dal

[foto] Milão

6 Janeiro 2009

f299-06012009mil

[foto] Airbus TAP com neve

6 Janeiro 2009

f342-06012009mil

[foto] Aluguer de bicicletas

6 Janeiro 2009

f302-06012009mil

Ainda pensei alugar uma para dar uma volta em Milão mas sem calças apropriadas, nada feito!

[foto] Edifício sede da Sonangol

21 Outubro 2008

Micaela

19 Outubro 2008

Foto: Sérgio Carvalho, tirada daqui.

Não é todos os dias que vemos uma miss a fazer compras no mesmo supermercado que nós. Mesmo que fosse só doces. Assim foi ontem à tarde. E tenho que confessar uma coisa após poder obervá-la mais de perto, a Micaela Reis é uma obra-prima da natureza. É tão bonita, tão bonita, tão bonita que o supermercado parou [quase] todo. Depois de sair, foi ver as caixas a correrem para a porta para a poderem ver partir e ainda teve que ser o estrangeiro a dizer quem era a pessoa que tinha acabado de sair!

Neves e Sousa, Pintor de Angola

6 Outubro 2008

Sendo a pintura uma das artes que me seduz profundamente, não poderia deixar de registar aqui a minha grande satisfação por saber que será publicado brevemente o livro, cuja capa ilustra este post, sobre a obra de Neves e Sousa.

Nota sobre o livro “Neves e Sousa, Pintor de Angola”

(more…)

[foto] Como o primeiro rei

27 Setembro 2008

[foto] Acidente aéreo

26 Setembro 2008

Há cerca de 2 horas atrás, estava a passar ao lado do aeroporto da cidade quando, de repente, vi uma coluna de fumo enorme por cima dos edifícios ao fundo da pista, no sentido sul-norte. Logo de seguida, dezenas de pessoas desataram a correr na direcção do aeroporto. Como estava a caminho da cidade, em vez de ir pela novíssima Rua das Forças Armadas, meti-me pela Rua Duque de Chiazi, o que me permitiria perceber o que tinha acontecido. Qual não foi o meu espanto quando vejo o que aqui ilustro nesta fotografia. Simplesmente impressionante. O Ilyushin 18 seguiu em frente e ficou na posição que se vê. Mais tarde, ouvi na rádio que não houve danos pessoais a lamentar e que os danos materiais não são de grande envergadura. Imagino o susto do pessoal que trabalha na obra em frente…

Reminder

17 Setembro 2008

Do custo de vida local. Para se ter uma ideia, a Photo de Setembro, à venda na Europa por 4 Euros e tal custa por cá 2.055 Kwanzas, ie, 19,30 Euros…

[foto] Clássico

13 Setembro 2008

Resultados provisórios 22:45 de 09.09.2008

10 Setembro 2008

Conhecidos que são os números referentes a 85,57% das mesas de voto já apuradas correspondentes a 6.138.596 votos, não tendo sido divulgada a percentagem de abstenção até ao momento, no quadro mais abaixo estão o número de votos por partido, respectiva percentagem e comparação com os resultados das eleições de 1992.

Aplicando o método de Hondt aos resultados consolidados provisórios conhecidos até ao momento, sabendo-se que o círculo eleitoral nacional elege 130 deputados – Lei nº6/05 de 10 de Agosto, Artº30º, al. b) – a distribuição de mandatos por partido deverá ser a seguinte: MPLA 110 deputados, UNITA 14 deputados, PRS 4 deputados, Nova Democracia 1 deputado e FNLA 1 deputado.

No caso das Províncias, sabendo-se que cada círculo eleitoral provincial elege 5 deputados – Lei nº6/05 de 10 de Agosto, Artº30º, al. a) – totalizando 90 deputados distribuídos pelas 18 Províncias de Angola, a distribuição deverá ser a seguinte: Bengo, MPLA 5 deputados; Benguela, MPLA 5 deputados; Bié, MPLA 4 e UNITA 1; Cabinda, MPLA 3 deputados e UNITA 2 deputados; Cuando Cubango, MPLA 5 deputados; Cuanza Norte, MPLA 5 deputados; Cuanza Sul, MPLA 5 deputados; Cunene, MPLA 5 deputados; Huambo, MPLA 5 deputados; Huíla, MPLA 5 deputados; Luanda, MPLA 5 deputados; Lunda Norte, MPLA 4 deputados e PRS 1 deputado; Lunda Sul, MPLA 3 deputados e PRS 2 deputados; Malange, MPLA 5 deputados; Moxico, MPLA 5 deputados; Namibe, MPLA 5 deputados; Uíge, MPLA 5 deputados e Zaire, MPLA 4 deputados e FNLA 1 deputado.

O círculo eleitoral exterior – Lei nº6/05 de 10 de Agosto, Artº30º, al. c) – não elegerá qualquer dos 3 deputados previstos na legislação já que, tanto quanto sei, o sufrágio não foi feito fora do território angolano.

Deste modo, o futuro parlamento angolano, resultante das eleições legislativas de 2008, deverá ser constituído por parlamentares de 5 partidos políticos com a seguinte composição: MPLA 191 a 193 deputados, UNITA 17 a 19 deputados, PRS 7 deputados, FNLA 2 deputados e Nova Democracia 1 deputado.

Resultados provisórios 19:18

8 Setembro 2008

Resultados provisórios 7:51

7 Setembro 2008