Archive for the ‘Treinos’ Category

43:01

21 Abril 2009

Novo recorde pessoal nos 10.000m. Nunca pensei chegar lá tão cedo mas ontem sentia-me mesmo bem (quando o corpo pede, deixo-o ir à vontade). Foram 4 minutos e 1 segundo a menos do último melhor tempo. Velocidade média de 13,95 kmh e uma pulsação que oscilou entre as 151ppm e as 167ppm com um pico nas 175ppm, por breves instantes, no último minuto a 16kmh.

Apenas como nota, tenho verificado em ocasiões diferentes que a minha pulsação em repouso oscila entre as 49ppm e as 54ppm.

1 ano depois…

16 Abril 2009

e…de ter regressado à prática desportiva com objectivos claros, a 14.04.2008, os resultados não poderiam ser melhores. Confesso-me muito, mas mesmo muito, satisfeito. Perdi 15,2 Kg ou seja 18% do peso inicial, ganhei outra postura, outra qualidade de vida, outra agilidade, outra forma de estar e, azar dos azares, roupa que só me cai…

No plano desportivo, mais uma série de recordes que me deixaram extasiado pois, apesar de me sentir extremamente bem, não imaginava que o conseguisse de uma assentada. Ei-los então, dignos de registo, atingidos a 14.04.2009:

2.400m em 9:34, ie, 15,05 km/h

como ia cheio de gás e sentia-me bestialmente bem, decidi ir até aos 12:00 e ver se conseguia, finalmente, atingir (ou superar) os 3.000m. Dito e feito,

3.050m em 12:00, ie, 15,25 km/h

Ontem, mais ou menos estafado, foi dia de descanso e uma merecida massagem de 1h por uma senhora corpulenta mas com um dom que se sobrepunha claramente à técnica. Já refeito do esforço de 3ª feira, e depois de uma reunião secante de 2h ao fim do dia em castelhano, em pleno horário de treino!, lá bati mais um recorde pessoal. Já sem tempo, dei-lhe gás para uma distância mais curta,

1.500m em 5:58, ie, 15,08 km/h

Se notarmos as médias, quanto mais curta for a distância – a máquina onde corro limita a velocidade máxima a 16 km/h – menor será a média por causa do arranque até uma velocidade “jeitosa”. Normalmente “aqueço” 1 ou 2 minutos entre os 12 e os 13 ou mesmo 14 km/h.

47:02

6 Abril 2009

Novo melhor tempo de sempre, feito ao fim da tarde de hoje, nos 10.000 metros. Ainda tentei o tudo por tudo para fazer um tempo inferior aos 47 minutos mas já não tive pernas. A ponta final foi corrida a 17kmh no último minuto e a 16kmh nos dois anteriores mas não tive coragem de arriscar uma velocidade maior. Mesmo assim, exactamente 1 min a menos do melhor tempo anterior. A média hoje foi de 12,8kmh com incrementos de 0,2kmh a cada 5min e início a 12kmh.

O objectivo para os próximos 6-12 meses situa-se entre os 37’30” e os 40’00”, o que implicará perder algum peso adicional para a área em torno dos 65kg.

30.000|54:53

25 Março 2009

E 33.000 aos 60:00, com as ppm a dispararem da zona dos 135-140 para 173 na recta final. Começo a gostar disto e a aguentar longas distâncias sem me chatear. Posto isto, com a pulsação controlada há que apontar agora para uma primeira competição no fim do ano!

49:49

19 Março 2009

Em resultado dos conselhos do meu “treinador”, dediquei esta semana ao controlo cardíaco em treinos mais prolongados seguidos de descanso de, pelo menos, 24h. Hoje foi simplesmente excepcional pois percorri os 10.000 metros sem grande esforço e “sem dar por ela” em 49m49s (12,1kmh, 699kcal, 154ppm), o que é um novo recorde pessoal em “pista coberta” e 2m30s abaixo da marca anterior.

O grande objectivo era o de controlar o ritmo cardíaco e ir ganhando resistência. Aos 10:00 estava com 150ppm, aos 20:00 com 151ppm, aos 30:00 com 153ppm, aos 40:00 com 154ppm e terminei com 173ppm após 2:00 a 16kmh com recuperação para os 134ppm nos 0:60 seguintes. A média dos 10.000m ficou-se pelas 154ppm. Seguiram-se 10km de bicicleta em 20:00 com 131ppm em média. A minha FCmáx é de 183ppm (90% 165ppm, 80% (A) 146ppm, 70% 128ppm e 50% (R) 92ppm) pelo que o treino chegou aos 84,2% da FCmáx. Utilizando o método da RFC, tenho 123ppm o que coloca os 80% (A) em 158ppm e os 50% (R) em 122ppm. Seguirei este último método para determinar os meus limites os quais deverão ser “legitimados” por um médico na minha próxima deslocação a Portugal.

Recorde aos 12:00

13 Março 2009

Grande dia hoje. Bati o meu recorde de sempre nos 12:00, ao fazer 2.980m, ie, uma média de 248,3 metros por minuto ou 14,9 km/h. Por apenas 20 metros não consegui atingir o objectivo! Peraí! Objectivo? Passo a esclarecer… o autor deste blog foi “descoberto” ontem por um antigo olímpico português no ginásio. Virou-se para mim, estava eu já a correr a alta velocidade, e disse-me “olha para a frente e não para baixo! não feches as mãos, gastas mais energia…”. Como já conhecia o tipo de correr a altas velocidades, acedi. No fim, disse-me que até nem tinha sido mau ter feito 2.890 metros mas que o objectivo eram os 3.000. Hoje foi por pouco…

<70

25 Fevereiro 2009

Há já alguns anos que não baixava dos 70Kg. Mais propriamente há quase 7 anos. Hoje, ao fim de um treino mais duro do que é habitual e para testar resistências em diversos níveis de esforço, tive a agradável surpresa de verificar estar a pesar, pelo menos momentaneamente, menos de 70Kg. E o treino hoje consistiu em 32km de bicicleta, 9km de corrida, 1.5km de remo e o resto habitual.

A meta definida deverá ser atingida em breve e, a partir daí, começar a preparar o treino adequado para daqui a uns meses poder participar em provas de triatlo ;)

3.000|12:32

21 Fevereiro 2009

14,36km/h

Runnin’

31 Janeiro 2009

Já regressado aos sprints, mesmo com algum lastro a mais adquirido nas semanas em que estive fora do país. Já consegui fazer os 1.500m em 6:05 e 2.870 em 12:00. Nada mau… Mas o regresso é sempre extremamente doloroso!

1500

27 Novembro 2008

27.11.2008 | 1.500m | 5:55 | 15,211 km/h R

9:40

26 Novembro 2008

25.11.2008 | 2.400m | 9:40 | 14,897 km/h

Bom, não sei o que se passa mas enquanto me sentir assim continuarei a pôr-me à prova. Os arranques estavam algo “lentos” pelo que decidi dar-lhe um pouco mais de gás com resultados muito interessantes. Agora tenho que experimentar a componente natação para desenferrujar um bocado. O joelho continua impecável, by the way…

9:50

23 Novembro 2008

22.11.2008 | 2.400m | 9:50 | 14,644 km/h

Novembro

11 Novembro 2008

É o mês dos recordes. Jamais imaginaria que seria capaz de correr tanto e de bater tantos recordes pessoais consecutivamente, sobretudo depois de, há precisamente 2 anos atrás, ter feito uma lesão “complicada” no joelho esquerdo com a rotura do menisco, subsequente artroscopia e recuperação morosa.

Diz-se que querer é poder e a mente é, claramente, meio caminho andado para se conseguir o que quer que seja. Foi precisamente com este espírito que me propus recuperar completamente do joelho – sou um tipo teimoso e que gosta sempre de passar por cima das adversidades – e participar um dia destes numa prova de triatlo.

Para a posteridade, alguns recordes pessoais batidos em Novembro de 2008 e que mostram bem a evolução da velocidade e resistência em pouco mais de 6 meses de treino (data | distância | tempo | velocidade horária).

06.11.2008 | 2.400m | 10:14 | 14,072 km/h
09.11.2008 | 5.000m | 21:17 | 14,096 km/h
11.11.2008 | 4.700m | 20:00 | 14,100 km/h

Os próximos grandes objectivos serão os 2.400m abaixo dos 10:00 e os 5.000m abaixo dos 20:00 antes de concluir os 12 meses de treino.

15:00

31 Outubro 2008

30.10.2008|3.350m|13,4Km/h

Corridas

30 Setembro 2008

Após 10 dias de repouso, regresso aos treinos com alguma força e músculos relaxados. Uma vez que me estava a sentir muito bem, deixei-me ir apesar do início lento (10kmh com incrementos de 0,5 a cada 30″ até estabilizar nos 14kmh). Acabei por “rebentar” aos 17′ nos 3.830, ie, 13,5kmh, e andei durante 60″ para retomar e fazer os 5.000 em 23’22”. Desta vez, fiquei a sentir bem as pernas…

Menos de 10

22 Setembro 2008

20.09.2008|R 1.500m|6′21″|14,2km/h

1ª tentativa de assalto aos 2.400m em menos de 10′. Fiquei-me pelos 1.500m porque estava cansado.

Pausa dos treinos em ginásio por uma semana.

Speedy Gonzalez

19 Setembro 2008

18.09.2008|R 2.400m|10’22″|13,9km/h

Sprint – take2

13 Setembro 2008

11.09.2008|2.400|10:35|13,61km/h

Sprint

9 Setembro 2008

2.400m|10:52 seguido de 10.000m|17:30.

A média na corrida foi baixa devido ao arranque e à necessidade de aquecimento em corrida, durante 2 minutos, em velocidade abaixo da média a qual ficou no final nos 13,3 km/h. Na bicicleta atingi os 34,3 km/h o que não é mau de todo.

Nota: este post não é gabarolice, mas o meu blog é o melhor sítio que tenho para guardar tudo e mais alguma coisa…

10.000m

7 Setembro 2008

52:19|11,5km/h

Hoje foi um dia realmente fenomenal para mim no campo desportivo, por todos os motivos e mais alguns.

Depois de ter tentado tomar o pequeno-almoço em vários locais da cidade e de ter desistido por estarem todos repletos, acabei por ir para o ginásio em jejum. Mas com determinação lol. E foi assim que, pela primeira vez, corri 10.000 metros, sem parar, em 52:19, ie, 11,47 km/h. E dá-me um gozo especial porque depois de ter rebentado com o menisco do joelho esquerdo, sempre pensei que jamais poderia fazer algo do género. E, 5 anos depois, retomar e melhorar a forma que então tinha. Querer é, sem dúvida, poder.

5.000m

5 Setembro 2008

22:40|13,2km/h

Estava a correr bem e até estava a sentir-me bem mas não controlei os tempos… Por 2s.